Home · O que é

O que é

EJA – Mundo do Trabalho é um programa do Governo do Estado de São Paulo, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), que, por meio de parcerias com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE) e com as Secretarias Municipais de Educação, oferece educação para jovens e adultos, com conteúdos que dialogam diretamente com o mundo do trabalho.

No âmbito do Programa é de responsabilidade da SDECTI fornecer os materiais didáticos elaborados especialmente para as aulas e, ainda, capacitar os professores, no que se refere à concepção e à proposta metodológica do Programa. Caberá às prefeituras e a SEE, a contratação de professores e a disponibilização de infraestrutura e logística necessárias para a execução do Programa.

O Programa atende jovens e adultos que finalizaram o Ensino Fundamental - Anos Iniciais (5º ano), mas que não puderam continuar os estudos.

São pressupostos do Programa:

1. O reconhecimento de que o acesso à educação pública e a permanência nela é um direito dos cidadãos a ser garantido pelas políticas públicas a qualquer tempo. Nesse sentido, a educação de jovens e adultos é, antes de tudo, um resgate à dívida social que se tem em razão do impedimento de exercer o direito aos estudos na idade adequada.

2. A percepção de que jovens e adultos que retornam à escola têm o mundo do trabalho como um locus privilegiado, posto que dialoga diretamente com seu cotidiano. Por essa razão, elegeu-se o trabalho como eixo estruturante do Programa, e o conjunto do material elaborado, além de estabelecer um diálogo permanente com esse tema, inclui a disciplina Trabalho na parte diversificada do currículo. Nela são estudados conteúdos relativos à compreensão da evolução do trabalho na história, e também aspectos que auxiliam os estudantes na construção do seu currículo, na procura do primeiro ou de um novo emprego e, principalmente, no reconhecimento dos conhecimentos que acumulou durante a vida.

Dessa forma, os estudantes conhecerão a origem das ocupações, as raízes da industrialização, a organização sindical no Brasil, os direitos trabalhistas, como ler informações e dados relativos ao mercado de trabalho na região em que vivem, as diversas formas de seleção empregadas pelas empresas, estratégias para viabilizar um negócio por conta própria, entre outros temas.

3. O reconhecimento e respeito à heterogeneidade das experiências de vida, conhecimentos e convicções do público de jovens e adultos que frequenta as classes da EJA.

Os materiais em múltiplas mídias produzidos para uso em sala de aula e pelo professor - Caderno do Estudante, Caderno do Professor, vídeos e boletins com perfil socioeconômico da região - levam em conta essas premissas ao trabalhar com: os temas relevantes ao estudante/trabalhador, a interdisciplinaridade e as atividades voltadas para o levantamento de seus conhecimentos prévios, bem como uma ação permanente de problematização da realidade.

Em sua fase inicial, o Programa atenderá pessoas interessadas em cursar o Ensino Fundamental – Anos Finais. A implantação das classes ocorrerá de forma progressiva.