Home · Notícias
31/01/2013
Avaré alia EJA - Mundo do Trabalho à experiência de seus professores

Equipe buscou utilizar o material didático de acordo com as características de seus estudantes.

Com uma equipe docente efetiva de Educação de Jovens e Adultos, o município de Avaré, Interior do Estado de São Paulo, soube combinar a experiência de seus professores com o material didático do Programa EJA – Mundo do Trabalho de forma a responder melhor às características específicas de seus estudantes.
 
“Compreendemos que o material do Programa não era uma camisa de força, que poderíamos usar o conteúdo como base, de acordo com as possibilidades e os conhecimentos prévios dos estudantes”, relata a coordenadora da EJA de Avaré, Irma Aparecida de Souza Rocha. “Assim, aproveitamos a experiência dos professores, a maioria com longa trajetória na EJA, e eles puderam trabalhar com liberdade”, afirma a professora, que em 2013 completa 20 anos de atuação nessa modalidade de ensino.
 
Um bom exemplo do processo de implantação do Programa foi a maneira de lidar com a disciplina Trabalho. “Analisamos cuidadosamente todo o conteúdo para entender que tópicos se encaixavam melhor com cada uma das demais disciplinas”, conta a supervisora da EJA, Maria Benedita da Silva Almeida. Isso permitiu que todos os professores incluíssem em suas aulas alguns conteúdos abordados na disciplina Trabalho.
 
Na avaliação da coordenadora Irma, o Programa trouxe conceitos importantes, mesmo do ponto de vista de professores experientes como os de Avaré. Ela destaca o fato de o material “fazer o estudante pensar e expor o que sabe, a partir do que viveu”. “Fica claro que o professor não é o único detentor do saber”, acrescenta.
 
A professora de Língua Portuguesa, Miriam Lucas de Souza, conta que utiliza intensamente o material da EJA – Mundo do Trabalho e, tenta sempre fazer relações com a realidade local e a dos estudantes, e possui uma preocupação constante: “Tenho liberdade para trabalhar o conteúdo de acordo com meu plano de aula, mas busco me manter fiel aos objetivos propostos no material”, diz ela, reconhecendo que identificar essa fronteira é um desafio.
 
“A concepção metodológica e o conteúdo da EJA – Mundo do Trabalho é como um norte apontando o caminho a seguir”, define o professor de História Francisco Amarildo de Oliveira. Na opinião dele, o material didático tem sido uma ferramenta valiosa para os professores de Avaré. No caso de sua disciplina, Francisco destaca o fato de os Cadernos incluírem obras de referência, “de autores consagrados”, o que serve também como fonte de pesquisa.
 
As orientações oferecidas no Caderno do Professor também serviram de ponto de partida para a escolha dos projetos especiais desenvolvidos ao longo do ano. Foi o caso do projeto de autobiografias, que fez parte da disciplina Língua Portuguesa, e deu origem a uma exposição e à produção de um livro.
 
Planejamento 2013
 
A coordenadora da EJA de Avaré afirma que pretende em 2013 detalhar o planejamento pedagógico, disciplina por disciplina. “Vamos partir do que aprendemos com a EJA – Mundo do Trabalho no ano passado, com o 6º e o 7º anos”, diz a coordenadora Irma.
 
Está entre seus planos preparar uma apresentação aos estudantes sobre o Programa, pois, na opinião da equipe docente de Avaré, é importante que eles entendam os princípios e objetivos da proposta metodológica da EJA – Mundo do Trabalho. Assim, explica Irma, poderão “se apropriar” do Programa e se envolver mais com o próprio aprendizado. 
 
Para saber mais sobre o Programa EJA - Mundo do Trabalho, clique aqui.