Home · Conteúdos
Volume 1
A arte e reciclagem
O lixo pode ser transformado em arte? Essa é a pergunta central deste vídeo. Ele mostra como, por exemplo, a reciclagem do papel resulta em trabalhos como o realizado pelo coletivo Dulcineia Catadora, um projeto de catadoras de papel e papelão que fazem a reciclagem de papel e produzem capas de livros.
A arte conta história
O vídeo oferece um panorama da arte no mundo, desde a pintura rupestre até a arte contemporânea e suas diferentes expressões: pintura, escultura, fotografia.
A arte em cada esquina
O vídeo mostra a arte presente no cotidiano, em suas mais variadas representações, como a música, a dança, a pintura, a escultura, o teatro e os diversos espaços em que elas aparecem: ruas, avenidas, museus.
A arte que defende ideias
A arte é destacada neste vídeo como uma forma de questionar o mundo em que vivemos. Artistas como Frans Krajcberg e Estevão da Conceição se valem do meio ambiente para produzir arte e, ao mesmo tempo, questionar a realidade que nos cerca.
Volume 2
Arte indígena
O vídeo mostra a diversidade da produção cultural dos povos indígenas brasileiros, ressaltando a importância da cultura indígena para a nossa identidade. Com imagens de diversos povos indígenas, procura estabelecer a relação entre arte e artefato, entre arte indígena e as cosmologias.
Danças brasileiras
Com depoimentos de especialistas e cenas de danças regionais brasileiras, o vídeo explora a riqueza da cultura do nosso país, em termos de expressão corporal e dança, e ressalta as contribuições das populações indígenas, europeia e africana para a dança brasileira. São explorados a origem e os elementos do frevo, do maracatu, do coco, do jongo e da ciranda, além da interpretação contemporânea das danças populares.
Museu Afro Brasil
Emanoel Araújo, diretor e curador do Museu Afro Brasil, localizado na cidade de São Paulo, oferece uma visita monitorada pelo acervo dessa instituição. Com uma riqueza de elementos e imagens, a visita contempla a memória e a arte desde o tempo dos navios negreiros até os dias atuais.
Primeiros retratos do Brasil
Mediante uma visita monitorada à Pinacoteca do Estado de São Paulo, na cidade de São Paulo, o vídeo trata da constituição da Academia Brasileira de Arte em nosso país. Para resgatar essa história, exibe várias telas produzidas por artistas estrangeiros sobre a população indígena brasileira, problematizando o imaginário que esses artistas tinham sobre o Brasil.
Volume 3
Bienal de São Paulo: arte contemporânea 1
Os estudantes, Francisco de Lima e Iraci Santos, visitam a 30ª Bienal Internacional de Arte de São Paulo, acompanhados do artista e educador Evandro Nicolau. Durante o percurso, traçado com a ajuda do educador, eles interagem com as obras de arte a partir de suas percepções e sensações. É a primeira vez que Francisco e Iraci se aproximam da arte contemporânea. A Bienal de São Paulo está entre os três principais eventos de arte do mundo, atraindo milhares de visitantes e despertando reflexões.
Bienal de São Paulo: arte contemporânea 2
A visita dos dois estudantes, Francisco e Iraci, à 30ª Bienal Internacional de Arte de São Paulo continua. Nesse segundo vídeo, o educador Evandro Nicolau lança luzes sobre a extensa obra de Arthur Bispo do Rosário. Internado em uma instituição psiquiátrica durante cinquenta anos, Bispo do Rosário produziu sua obra a partir de objetos do cotidiano e sucata, aproximando-se das vanguardas dos anos 60. Ao final dessa viagem pelo universo da arte contemporânea, Francisco e Iraci falam sobre a experiência.
Grafite
O vídeo mostra como o grafite está mudando a estética das grandes cidades e transformando espaços antes esquecidos em lugares únicos. Fala das relações do grafite com um passado distante: as pinturas nas paredes das cavernas. E destaca as diversas vertentes dos grafiteiros contemporâneos, influenciados pela Arte, pelo uso do grafite como protesto ou ainda pelo movimento hip hop. Mostra também depoimentos de pioneiros do grafite e artistas da nova geração, que fazem da cidade suas telas.
Volume 4
Cinema: uma arte do século XX
Luz, imagem, ação e um bom roteiro arrancam riso ou choro da plateia e atraem as emoções para a história contada na tela. Essa arte surgiu no século XX. Os criadores apostavam que não ia dar em nada e, hoje, atrai multidões. O cinema vai completar 120 anos. O vídeo mostra os bastidores e coloca uma questão: cinema é "arte" ou "negócio"?
O desenho e sua expressão
Um ponto, um risco, linhas que se cruzam e o homem reproduz o que vê ou o que pensa. O desenho é uma perspectiva de olhar o mundo. Neste vídeo, um educador do Museu de Arte Contemporânea de São Paulo leva estudantes para descobrir os desenhos que a cidade tem. Mostra, ainda, que, com diferentes suportes e materiais, toda pessoa consegue desenhar - mesmo quem acha que não dá pra isso.
O encanto da música erudita
Cada instrumento de uma orquestra tem sua família, seu timbre e sua afinação. A harmonia da música surge da integração de todos eles. Os músicos seguem um alfabeto próprio, em que as letras são as notas e os sinais na partitura. O vídeo mostra como a música clássica saiu das igrejas e dos salões aristocráticos para ganhar os espaços públicos.
Mundo do Trabalho
Mundo do trabalho - Tecnologia e trabalho: uma difícil equação?
A proposta deste vídeo é levar os estudantes a refletir sobre o papel da tecnologia no trabalho. Com o objetivo de ampliar a discussão sobre, por exemplo, a mecanização do corte da cana. Seria a tecnologia a ceifadora de empregos? Quais são as características dos processos de automação nesse e em outros setores da economia?